Saiba mais sobre o Templo Budista Chen Tien em Foz do Iguaçu! 2022

Templo budista Chen Tien em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu é uma cidade com cenários deslumbrantes! Certamente uma excelente opção para quem não dispensa o contato com a natureza. Além disso, há um lugar especial e que vale a sua visita: o Templo Budista Chen Tien.

Confira no artigo:

1- A história do Templo Chen Tien
2- Principais atrações
3- Regras de Visitação
4- Como chegar ao Templo Budista Chen Tien
5- Dicas de passeios Zen em Foz do Iguaçu

Templo Chen Tien

Chen Tien: Uma imersão cultural!

Foz do Iguaçu é formada por diversas etnias e o legado de cada uma delas está espalhado pela cidade. Acima de tudo, o Templo preserva a herança oriental da região, aliando a paz dos ensinamentos budistas e a beleza dos cenários locais.

Visitar o templo de budismo certamente é a decisão perfeita para quem ama um bom passeio cultural e quer vivenciar um dia mais zen, e posteriormente, se desconectar um pouco da correria do dia a dia.

Quer saber mais detalhes sobre o Chen Tien? Confira aqui nossas dicas para deixar sua viagem a Foz do Iguaçu ainda mais especial, com um roteiro turístico único! Vamos lá?

A história do Templo Chen Tien

Primeiramente, O templo fica localizado em uma região privilegiada, às margens do Rio Paraná, Chen Tien foi construído em 1996 num parque de 50 hectares pela comunidade chinesa de Foz do Iguaçu.

Por ficar em um local alto, é possível ter uma visão de parte do centro da cidade de Foz do Iguaçu e também da Ciudad Del Este, no Paraguai.

Olha que curioso: o Templo Budista Chen Tien de Foz é o segundo maior da América Latina e abriga um importante centro de estudos e meditação budistas. Os adeptos seguem o Budismo da Terra Pura e são devotos ao Buda Amitabha, o Buda da Luz Infinita.

Simplicidade que encanta!

Outro fato curioso sobre o Templo Budista de Chen Tien é sua arquitetura simples. 

A maioria dos templos budistas são construídos com o estilo arquitetônico Dzong, por exemplo, com estupas, pagodes, diversos detalhes e cores. Por outro lado,  o Templo de Foz, possui uma arquitetura que remete ao budismo, porém, um pouco mais minimalista. Entretanto, mesmo essa simplicidade não tira o encanto de Chen Tien.

Principais atrações

Primeiramente ao chegar ao templo, os jardins bem cuidados são grande destaque, assim como a coleção de mais de 120 estátuas coloridas espalhadas por eles. Assim que você chega ao Templo, é recebido pelo Buda Sorridente, também conhecido como Buda MilaPusa, em seus 7 metros de altura.

Estátua do Templo Budista

Buda Amitabha

Em segundo lugar, no centro da praça principal fica o Buda Amitabha, o Buda da Luz Infinita. Sua estátua possuí 10 metros de altura. O Templo é dedicado à sua figura dada a sua importância.

Mantra de Amitabha

O acesso à estátua não é permitido, por outro lado, existe uma tradição que diz que, recitar o mantra Namo Amituofo” ao Buda Amitabha, é possível eliminar seus sofrimentos, aflições, atrair riqueza, longevidade, saúde e harmonia.

Estátua do Templo Budista

Nessa mesma praça, encontra-se a entrada para o Santuário Ksitigarbha, um edifício de dois andares que é um espaço consagrado aos Budas e serve como residência para o mestre budista.

Posteriormente, no interior do santuário, há 18 estátuas de Arahants: termo designado para aqueles que atingiram um estado de iluminação. Essas figuras são consideradas as guardiãs do templo budista e estão espalhadas pelo salão principal.

Ao lado do edifício está o Buda Shakyamuni — Sidarta Gautama, o jovem Príncipe Indiano que abandonou tudo o que tinha em busca da felicidade eterna e certamente,  é considerado o grande mestre do budismo.

 Ele é representado em sua forma deitada, uma posição que indica o Nirvana, em outras palavras, um estado de paz e tranquilidade alcançado através da sabedoria.

Estátua Templo budista

Conheça mais as Imagens Cultuadas pelo Budismo:

Os Bodhisattvas

No jardim, há ainda as quatro estátuas de Bodhisattvas, seres iluminados que representam um despertar espiritual e apresentam as principais qualidades de um Buda.

Sentado sobre um elefante, está a estátua Bodhisattva de Samantabhadra, esta representa a grande virtude do amor e perfeita atividade. A estátua de Manjushri está sentado sobre um leão e representa a grande sabedoria.

Além disso, há também a estátua de Ksitigarbha, contam as histórias que Ksitigarbha estava no caminho para se tornar um Buda, porém ele não se aceitaria enquanto na terra existisse uma única alma sem o benefício da iluminação. 

E por último a Bodhisattva, Avalokiteshvara, mais conhecida por seu nome chinês Kwan Yin e representa a grande compaixão.

Estátua Templo Budista

Na mesma linha, simbolizando proteção, encontram-se também os Leões Fu ou Leões de Buda. Esses guardiões estão sempre com os olhos bem abertos e ficam apoiados em uma esfera.

Além disso, suas duas estátuas estão posicionadas na entrada do Templo, pois acredita-se que estas, espantam os maus espíritos.

Os 108 Amitabha

Além de toda a beleza das grandes estátuas, há 108 delas que chamam bastante atenção com seus 2,5 de altura: São os Amitabha. 

Alinhados em direção ao pôr do sol, cada um representa uma reencarnação de Buda na Terra. Suas mãos estão postas em gestos que simbolizam a meditação e as boas vindas.

Estátua do templo budista

Regras de Visitação

Em primeiro lugar, por ser um local religioso e dedicado à contemplação e à oração. Portanto, independentemente de sua crença, na sua visitação você deve respeitar esse território sagrado para os budistas.

Recomenda-se que o passeio, que dura cerca de uma hora, seja feito em silêncio. 

Confira a seguir, algumas exigências do Templo para aproveitar sua visita:

O que não se deve fazer:

Não se deve subir nas plataformas, tocar nas estátuas, entrar com bicicletas, motos, patins e animais, consumir bebidas alcoólicas, fazer piqueniques pelos jardins e por último, não  fotografar o interior do Templo.

Além disso, para recordações ou presentes, há uma loja de souvenirs e artesanatos sobre o Budismo e o Templo Chen Tien. Há também velas e papéis para escrever seus pedidos aos Budas. 

Certamente, o Templo Budista Chen Tien é um excelente passeio e uma alternativa para conhecer um pouco mais sobre a influência asiática em nosso país.

Por fim, é um ótimo local para relaxar e explorar as vistas espetaculares de Foz do Iguaçu em seus jardins após se aventurar pelas Cataratas do Iguaçu.

Como chegar ao Templo Budista Chen Tien

Primeiramente, o Templo Chen Tien está localizado longe do centro de Foz do Iguaçu, no bairro de Porto Belo, e é possível ir de carro, ônibus e pacotes de City Tour. 

De ônibus, pegar a linha 103 – Jardim das Flores – Porto Belo –  no Terminal de Transporte Urbano e descer em um ponto que fica a poucos metros da entrada do Templo. Por ser um ponto turístico conhecido, os cobradores e motoristas podem avisá-lo quando chegar. 

As agências de turismo também oferecem pacotes, tanto para grupos quanto privativos, com city tour que inclui a visita ao Templo.

Caso vá de carro próprio, Uber ou Táxi, por exemplo, o endereço é Rua Josivalter Vila Nova nº 99 e o telefone para contato é (45) 3524-5566. Por fim, a visitação ao Santuário é permitida de terça à domingo, das 9h30 às 16h30, com entrada gratuita.

Se você gostou do templo Chen Tien, veja outras opções para incluir no seu roteiro mais zen para a sua viagem à Foz do Iguaçu. Para ajudar, elencamos algumas para você:

Dicas de passeios Zen em Foz do Iguaçu

Agora que você conhece um pouco mais sobre os encantos do Templo Chen Tien, veja as dicas de outros passeios Zen e culturais para se fazer em Foz do Iguaçu!

1- Pôr do Sol no Marco das 3 Fronteiras 

Em primeiro lugar na lista: O Marco das 3 Fronteiras fica localizado em Foz do Iguaçu, na tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina, mas muito além dessa incrível experiência geográfica, ainda tem um toque especial,  um pôr do sol esplêndido!

O Pôr do Sol no Marco das 3 Fronteiras, além de muito grandioso, você experiência os aplausos ao sol, que para muitos, pode ser um momento muito marcante de agradecimento, paz e boas vibrações. 

Marco das 3 Fronteiras

2- Mesquita Omar Ibn Al-Khatab

Em segundo lugar, percorrendo o roteiro de passeios culturais e Zen em Foz do Iguaçu, seguimos para a Mesquita Omar Ibn Al-Khatab, inaugurada em 23 de março de 1983.

A Mesquita Islâmica possui um Centro de recepção ao visitante, que demonstra a hospitalidade da cultura islâmica para com as demais nações do planeta, além de possuir uma belíssima arquitetura. Vale a pena conferir!

Mesquita

3- Parque das Aves

E por último, mas não menos importante, outro ponto turístico que não pode faltar no seu roteiro de viagem, com certeza é a visita ao Parque das Aves.

O Parque é a única instituição do mundo focada na conservação das aves exuberantes da Mata Atlântica.

Oferecendo uma experiência de interação próxima, imersiva e encantadora com as aves, é o roteiro perfeito para quem ama estar em contato com a natureza e procura um destino incrível!

Parque das aves

Agora que você conhece diferentes roteiros culturais e zen para se fazer em Foz do Iguaçu, está na hora de mergulhar nessa viagem encantadora! Vem com a gente? 

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Tudo que você precisa saber sobre vinhos em Foz do Iguaçu.
Ciudad del Este como você nunca viu: Guia de compras, passeios e muito mais!

Posts relacionados

O que fazer

O que fazer em Foz do Iguaçu?

Se você está planejando uma viagem e busca o que fazer em Foz do Iguaçu, prepare-se para se surpreender! A cidade, localizada no Paraná, bem

Leia mais →

Quer receber descontos e vantagens exclusivas?

Preencha abaixo e faça parte da nossa lista VIP: